Google+ Followers

ALFABETO

19 de fev de 2014

Alfabeto em Braille



Meios de Transportes em Libras












Alfabeto/Números em Libras


Plano Anual AEE 2014

PLANO DE TRABALHO ANUAL - SALA DE RECURSOS MULTIFUNCIONAIS 2014.

ESCOLA: EEFM Maria Conceição de Araújo

MUNICÍPIO: Acaraú

PROFESSORA RESPONSÁVEL: Natália Muniz do Nascimento


  1. APRESENTAÇÃO
    A Sala de Recurso multifuncional é um ambiente com diversos recursos, mobiliário, tecnológicos, acessibilidade, jogos pedagógicos. Um ambiente físico adaptado para atender as necessidades de alunos com algum tipo de deficiência que seja matriculado no ensino regular, e tem um papel fundamental de identificar, elaborar recursos pedagógicos que possam quebrar as barreiras e possibilitar a esses alunos de serem atuantes e participativo no meio escolar e social de forma que esse atendimento complementa e suplementa não substituindo as atividades no ambiente regular da sala de aula.
    A politica Nacional de educação especial na perspectiva da educação inclusiva (janeiro de 2008) assume que a educação é direito de todos.
    Todos e educação inclusiva a qual nos referimos trata-se de pessoas que tem qualquer deficiência, transtorno globais do desenvolvimento, altas habilidades/superdotação ou seja é obrigatório as escolas comum efetivar matriculas de pessoas com algum tipo de deficiência, sendo condicionada a matricula do AEE. Esse atendimento dá suporte a estes alunos, caso precise, e sem nenhuma obrigatoriedade caso a família não queira.
    Define-se por:
  • Deficiência – Aqueles que têm impedimentos de longo prazo de natureza física, intelectual ou sensorial, os quais em interação com diversas barreiras, podem obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas. (ONU,2006) (pag 17)
  • Alunos com Transtornos Globais do Desenvolvimento - aqueles que apresentam alterações qualitativas das interações sociais recíprocas e na comunicação, um repertorio de interesses e atividades restritos, estereotipados e repetitivo. Incluem-se nesse grupo alunos com autismo, síndrome do espectro do autismo e psicose infantil. (MEC/SEESP,2008). (Pag 17)
  • Alunos com altas habilidades/superdotação: “aqueles que demostram potencial elevado em qualquer uma das seguintes áreas, isoladas ou combinadas: intelectual, acadêmica, liderança, psicomotricidade e artes, além de apresentar grande criatividade, envolvimento na aprendizagem e realização de tarefas em áreas de seu interesse (MEC/SEESP,2008) (PAG 17).
    Contudo a sala de recurso multifuncional veio para acrescentar a nível de inclusão, pois enquanto as salas especiais tornava indiferentes dos alunos ditos “normais” por manter-se só pessoas com deficiência juntas a sala de recurso torna-se esse parecer libertador já que os alunos vão ter contato com todos tipos de pessoas tendo contato com os mais diversos modos de vida cultura, participando efetivamente da vida social do meio em que vive.
  1. JUSTIFICATIVA
    Diversas concepções ao longos dos anos vem sendo discutidas com relação as pessoas com algum tipo de deficiência, desde a eliminação a inclusão dessas pessoas no convívio social. Percebemos que não foi e nem é fácil mas que já percebe grande evolução na educação especial e a sala de recurso é mais um projeto que apoia e tem função de colaborar e defender a participação efetiva dessas pessoas na escola e sociedade.
    O grande desafio da escolas inclusivas é a implantação de ensino de qualidade para todos sem nenhuma discriminação dando suporte as diferenças como o enriquecimento no processo educacional ofertada ate então pelo atendimento educacional especializado com apoio da área da saúde e a comunidade escolar.
  2. OBJETIVO GERAL
    Apoiar através de estrategias projetos o ensino de qualidade para alunos com deficiência garantindo a permanência na escola, colaborando para o desenvolvimento de suas habilidades para ter uma vida independente.
  3. OBJETIVO ESPECIFICO
  • Oferecer aos alunos publico alvo do AEE, auxilio para colaborar com seus estudos no ensino comum;
  • Dá suporte através de aulas inclusivas para a comunidade escolar,
  • Articular, junto aos órgãos social e saúde, a promoção de serviços de atendimento clínicos aos alunos e família que necessite desse apoio;
  • Adquirir materiais e ministrar aulas e equipamentos que auxiliem a evolução desses alunos;
  • Desenvolver projetos que envolva os alunos da sala comum a inclusão.
  1. CRONOGRAMA
Período - 1° mês Janeiro ( 5 dias)
Ações
  • Nova Decoração da sala;
  • Documentação de autorização de imagens;
  • Palestras de sensibilização sobre a inclusão nas turmas de 9° ano; (Novatos)
  • Levantamento dos alunos que serão atendidos na sala de recursos multifuncionais;
  • Reunião com pais dos alunos especiais com participação de uma Socióloga;
  • Reunião com os alunos publico alvo do atendimento;
  • Levantamento dos alunos do ensino comum nos projetos desenvolvido;
  • Alimentação do blog e face;
  • Portfólio.
Período - 2° mês Fevereiro
Ações
  • Sinalização em Braille e Libras no ambiente;
  • Atendimento Educacional Especializado;
  • Aulas Adaptativas; (ensino comum)
  • Coral em libras; (Alunos do curso de Libras de 2013)
  • Acompanhamento dos alunos especiais na sala regular; (aluno)
  • Visita domiciliar; (Ingrid)
  • Alimentação do blog e face;
  • Fique por Dentro; Deficiência Visual;
  • Socialização; (Carnaval)
  • Portfólio.


Período - 3° mês Março
Ações
  • Atendimento Educacional Especializado;
  • Aulas Adaptativas; (ensino comum)
  • Inicio do Curso de Libras; (professores)
  • Coral em Libras; (Alunos do curso de Libras de 2013)
  • Acompanhamento dos Alunos Especiais na Sala Regular; (aluno)
  • Visita Domiciliar; (vanusa)
  • Alimentação do blog e face;
  • Socialização; (musicas)
  • Fique por Dentro; síndrome de Down
  • Portfólio.




Período - 4° mês Abril
Ações
  • Atendimento Educacional Especializado;
  • Aulas Adaptativas; (ensino comum)
  • Curso de libras; (professores)
  • Coral em libras; (Alunos do curso de Libras de 2013)
  • Acompanhamento dos alunos especiais na sala regular; (aluno)
  • Visita domiciliar; (Ribinha)
  • Alimentação do blog e face;
  • Socialização; (Sexualidade)
  • Fique por Dentro – Deficiência Intelectual;
  • Terapia Comunitária com pais dos alunos especiais;
  • Portfólio.

Período - 5° mês Maio


  • Atendimento Educacional Especializado;
  • Aulas Adaptativas; (ensino comum)
  • Curso de libras; (professores)
  • Coral em libras; (Alunos do curso de Libras de 2013)
  • Acompanhamento dos alunos especiais na sala regular; (aluno)
  • Visita domiciliar; (Bruna Kelle)
  • Alimentação do blog e face;
  • Socialização; (Preconceito)
  • Fique por Dentro – Autismo
  • Reunião com os pais dos alunos especiais;
  • Portfólio.




Período - 6° mês Junho (14 dias)
Ações
  • Atendimento Educacional Especializado;
  • Aulas Adaptativas; (ensino comum)
  • Curso de libras; (professores)
  • Coral em libras; (Alunos do curso de Libras de 2013)
  • Reunião com pais;
  • Alimentação do blog e face;
  • Fique por Dentro; deficiência e condutas tipicas;
  • Socialização (Copa)
  • Visita domiciliar; (Robson)
  • Portfólio;
  • Culminância das ações desenvolvida da SRM.


Período7° mês Julho
Ações
  • Atendimento Educacional Especializado;
  • Aulas Adaptativas; (ensino comum)
  • Curso de libras; (professores)
  • Coral em libras; (Alunos do curso de Libras de 2013)
  • Alimentação do blog e face;
  • Visita domiciliar; (Lucas)
  • Fique por Dentro; (Dislexia)
  • Socialização; (dança)
  • Portfólio.
Período - 8° mês Agosto
Ações
  • Atendimento Educacional Especializado;
  • Aulas Adaptativas; (ensino comum)
  • Curso de libras; (professores)
  • Coral em libras; (Alunos do curso de Libras de 2013)
  • Acompanhamento dos alunos especiais na sala regular; (aluno)
  • Visita domiciliar; (Paulo Régis)
  • Alimentação do blog e face;
  • Socialização; (Família)
  • Fique por Dentro; (tourette)
  • Cinema da Inclusão;
  • Portfólio.


Período - 9° mês Setembro
Ações
  • Atendimento Educacional Especializado;
  • Aulas Adaptativas; (ensino comum)
  • Curso de libras; (professores)
  • Coral em libras; (Alunos do curso de Libras de 2013)
  • Acompanhamento dos alunos especiais na sala regular; (aluno)
  • Visita domiciliar; (Isabel)
  • Alimentação do blog e face;
  • Socialização; (Drogas)
  • Fique por Dentro – (Surdez)
  • Portfólio.
Período - 10° mês Outubro
Ações
  • Atendimento Educacional Especializado;
  • Aulas Adaptativas; (ensino comum)
  • Curso de libras; (professores)
  • Coral em libras; (Alunos do curso de Libras de 2013)
  • Acompanhamento dos alunos especiais na sala regular; (aluno)
  • Visita domiciliar; (Marta)
  • Alimentação do blog e face;
  • Socialização; (Escola/estudante)
  • Fique por Dentro; (cegueira)
  • Portfólio.
Período - 11° mês Novembro
Ações
  • Atendimento Educacional Especializado;
  • Aulas Adaptativas; (ensino comum)
  • Curso de libras; (professores)
  • Coral em libras; (Alunos do curso de Libras de 2013)
  • Acompanhamento dos alunos especiais na sala regular; (aluno)
  • Visita domiciliar; (Naiara)
  • Alimentação do blog e face;
  • Socialização; (Meio Ambiente)
  • Fique por Dentro; (paralisia cerebral)
  • Portfólio.
Período - 11° mês Dezembro
Ações
  • Atendimento Educacional Especializado;
  • Aulas Adaptativas; (ensino comum)
  • Curso de libras; (professores)
  • Coral em libras; (Alunos do curso de Libras de 2013)
  • Reunião com pais;
  • Alimentação do blog e face;
  • Socialização; (festas de fim de ano)
  • Fique por Dentro; (Incluir)
  • Portfólio;
  • Culminância das ações desenvolvida da SRM.
  1. RESULTADOS ESPERADOS
    Com os trabalhos desenvolvidos nos atendimentos educacionais, esperamos que os alunos que estão tendo o atendimento, adquiram conhecimento e estímulos que possam contribuir na sua vida educacional como pessoal, tornando-os mais independentes, participativos e atuantes, esse é o objetivo principal do AEE.
    O trabalho que desenvolvera durante o ano, será acompanhado ao longo dos processos vividos, pela equipe pedagógicas, familiares, colegas, visando um melhor desempenho dos alunos.
    E através dos projetos que aqui estão elaborados, consigamos incluir nossos alunos ao meio dos processos vividos da escola, colaborando para que todos juntos consigamos fazer uma escola inclusiva de qualidade respeitando as diferenças.

DEIXE AQUI SEU RECADINHO!